Pular para o conteúdo
MUNDO

O regime de Putin ataca socialistas: Solidariedade com manifestantes presos e perseguidos na Rússia

Reproduzido de Liberdade, Socialismo, Revolução – LSR*

Em 22 de março o tribunal de Moscou tomou a decisão de condenar nosso companheiro Matvey Aleksandrov a 15 dias de prisão por sua participação em uma manifestação pacífica realizada no dia 23 de janeiro. Isso aconteceu imediatamente após sua libertação de uma sentença anterior de 25 dias por distribuir panfletos diante da Universidade de Moscou pedindo apoio aos protestos no Dia Internacional da Mulher.

Matvey deve ser libertado no início de abril e tememos que ele seja preso novamente na véspera de uma nova onda de protestos em massa. Este carrossel de prisões pode continuar por muito tempo! Mas há outro perigo, que Matvey poderia ser acusado de uma múltipla violação das regras de participação em atos públicos – uma acusação criminal que poderia resultar em uma pena de prisão de vários anos.

Em 9 de março, na cidade de Izhevsk, a feminista e eco ativista Anastasia Ponkina, membro do Movimento Socialista Russo, foi acusada de participar do protesto em 23 de janeiro. A polícia alega que ela estava andando pelas ruas chamando a que outros manifestantes “seguissem seu exemplo” na manifestação, na qual vários milhares de cidadãos de Izhevsk estavam participando. Anastasia pode enfrentar até 5 anos de prisão. Em 24 de março a polícia revistou o escritório do Movimento Socialista Russo de Izhevsk, apreendendo computadores, materiais impressos, faixas e cartazes. É possível que a organização seja acusada formalmente como “uma organização extremista”.

Tudo isso demonstra que o regime de Putin se voltou para atacar os socialistas na Rússia, que participam ativamente de protestos em massa e apelam para uma luta organizada contra a ditadura dos oligarcas e o sistema capitalista. Precisamos de solidariedade ativa para nos opormos a estes ataques.

Por favor, organizem protestos nas embaixadas e consulados russos em todo o mundo e enviem fotografias em solidariedade para robertjones.isa@gmail.com.

Liberdade para os socialistas Matvey Aleksandrov e Anastasia Ponkina.

Liberdade para todos os presos políticos na Rússia.

Modelo de carta de protesto

Para o Embaixador da Federação Russa

Endereço local

Data

Prezado Embaixador,

Chegou até nós a informação de que está sendo conduzida uma campanha contra os socialistas democráticos na Federação Russa. Em 27 de fevereiro, o Tribunal Regional Nikulinsky de Moscou enviou Matvey Aleksandrov para a prisão por 25 dias, nos termos do Artigo 20.2 Parte 8 do Código Administrativo. Isto foi em resposta à distribuição de panfletos por Matvey em apoio ao Dia Internacional da Mulher.

Ao ser libertado, ele foi imediatamente detido novamente e enviado para a prisão por mais 15 dias, sob o mesmo artigo. Isto foi em resposta a sua participação pacífica em um protesto pacífico em 23 de janeiro.

Em 9 de março em Izhevsk, a socialista Anastasia Ponkina foi presa e enfrenta acusações sob o artigo 213(b) do código penal – a chamada cláusula de ‘hooliganismo’ político. Ela pode enfrentar até 5 anos de prisão por participar pacificamente de um protesto pacífico no dia 23 de janeiro.

Estas medidas repressivas estão sendo tomadas no contexto de uma campanha muito mais ampla de prisão e perseguição aos opositores políticos do governo russo, o que consideramos inaceitável.

Pedimos que exerçam todas as pressões possíveis para assegurar que as acusações contra Matvey Aleksandrov e Anastasia Ponkina sejam retiradas.

Liberdade para os socialistas Matvey Aleksandrov e Anastasia Ponkina.

Liberdade para todos os presos políticos na Rússia.

Atenciosamente,

*Publicado originalmente em https://lsr-asi.org/?p=4705

Marcado como:
putin / rússia