Povo Sem Medo resiste em São Bernardo do Campo

Por: Elber Almeida, de São Bernardo do Campo, SP

Com mais de dez dias de existência, a ocupação agora batizada como Povo Sem Medo de São Bernardo do Campo já chegou a mais de seis mil ocupantes cadastrados. Esse crescimento exponencial reflete o tamanho do problema habitacional da região e de uma cidade com mais de 90 mil pessoas sem moradia digna.

A ocupação se consolida com assembleias cada vez mais cheias e também começa a possuir um calendário de eventos culturais, incluindo brincadeiras com as crianças, roda de capoeira, batalha de rap, sarau, cineclube, entre outras atividades. Apoiadores da região ajudam a construir estas atividades e o MTST organiza o dia a dia do movimento.

Porém, a Guarda Civil Municipal de São Bernardo do Campo (GCM) criou uma barreira arbitrária na rua que dá acesso ao local, impedindo o ir e vir de quem está de carro. Assim, os ocupantes precisam carregar galões de água e alimentos até o alto em que fica a ocupação. Tal ação visa claramente dificultar o desenvolvimento da ocupação e sua cozinha comunitária.

Mas, as famílias resistem. Nesta quarta-feira (13), às 14h, haverá um ato para mostrar a força desta luta. Apoie a ocupação, leve alimentos e água.

Banner denuncia ação da polícia contra ocupação

Banner denuncia ação da polícia contra ocupação

SERVIÇO
Ocupação Povo Sem Medo
Local: Rua João Augusto de Souza, próxima ao portão 5 da Scania, em São Bernardo do Campo, SP

Foto: MTST

Comentários no Facebook

Post A Comment