Prefeito de Belém/PSDB ataca funcionalismo e população com decreto

Por Josy Quemel, Professora e trabalhadora da Funpapa

O ajuste fiscal do governo Temer voltado para atacar o funcionalismo público e a classe trabalhadora, em geral, com o objetivo de servir aos interesses econômicos do grande capital encontra em Belém, através do prefeito Zenaldo Coutinho/PSDB, um legítimo seguidor dessa política.

Zenaldo assim como Temer, é alvo de ações na justiça por crime eleitoral, e governa a cidade, com um grupo de vereadores que em troca de apoio, recebe cotas de cargos em secretarias municipais deixando Zenaldo com autonomia para o uso e abuso do dinheiro público.

O decreto assinado pelo prefeito prevê corte de gastos através da redução do horário de expediente nos órgãos para economizar energia, gasolina, trás enorme prejuízo para a população, principalmente aos trabalhadores das periferias de Belém, maioria de mulheres, que usam os postos de saúde, os Centros de referência da Assistência, as escolas e creches. O atendimento que ja está sucateado e precarizado só vai piorar.

O funcionalismo que amarga um achatamento salarial e convive com péssimas condições de trabalho vê com este decreto a sua desvalorização e ataques aos seus direitos se aprofundar.

A saída para derrotar Temer e Zenaldo é a luta. O Fórum de entidades sindicais aprovou um calendário de mobilização e um ato público no dia 26 de outubro que todas as centrais sindicais precisam se incorporar e mobilizar pela base. Devemos aproveitar a luta do funcionalismo municipal para construir o dia 10 de novembro, dia Nacional de lutas contra as reformas do governo Temer.

Comentários no Facebook

Post A Comment