Pular para o conteúdo
Especiais
array(1) { [0]=> object(WP_Term)#20787 (10) { ["term_id"]=> int(4211) ["name"]=> string(41) "Lateral Esquerda - Cobertura da Copa 2018" ["slug"]=> string(39) "lateral-esquerda-cobertura-da-copa-2018" ["term_group"]=> int(0) ["term_taxonomy_id"]=> int(4211) ["taxonomy"]=> string(9) "especiais" ["description"]=> string(0) "" ["parent"]=> int(0) ["count"]=> int(69) ["filter"]=> string(3) "raw" } }

Colômbia vence, embola o grupo e elimina a Polônia

Por Diogo Xavier, para o Lateral Esquerda

Com este resultado, Polônia é a primeira cabeça de chave a ser eliminada na Copa 2018

Polônia e Colômbia eram as duas favoritas do grupo H da Copa do Mundo, único sem um campeão mundial e nenhuma camisa “de peso”. A realidade mostrou um grupo bem mais parelho do que se esperava e até por isso as duas seleções jogaram para se salvar, já que com o empate entre Japão e Senegal quem perdesse estaria eliminado.

Tomando a iniciativa do jogo a seleção sul-americana controlou bem a posse de bola e, usando da velocidade de Cuadrado pela direita junto com James Rodrigues e Quinteros, foi bem mais perigosa criando chances mais claras. Após um escanteio curto e um passe magistral o zagueiro Yerri Mina subiu no terceiro andar e cabeceou pro fundo do gol. Estava aberto o placar e a condição perfeita para os Cafeteros estabelecerem seu jogo de contra-ataque.

Outro destaque da equipe colombiana foi o jogador do River Plate Quintero que, com passes precisos, dividiu bem o meio de campo com James e conseguiu criar boas chances para os seus companheiros.

No segundo tempo a Polônia até tentou propor o jogo, mas seu meio de campo foi ineficiente e o atacante Lewandowski – em quem os polacos colocaram a sua esperança – não conseguiu assustar a meta do arqueiro Ospina, que pouco trabalhou durante o jogo.

Aproveitando os espaços deixados nas costas dos laterais e na velocidade de Cuadrado, a Colômbia seguiu controlandoa partida, até que um passe de Quintero deixou Falcão Garcia livre para ampliar o marcador e encaminhar a vitória. El Tigre, como é chamado o atacante do Mônaco, marcou seu primeiro gol em Copas do Mundo, já que uma lesão o tirou do torneio disputado no Brasil em 2014.

O placar virou goleada depois que a defesa polonesa se adiantou em campo e deixando espaços para os contra-ataques. Cuadrado escapou no espaço vazio e recebeu uma assistência do camisa 10 colombiano, que decretou o placar, 3×0 para a Colômbia e um confronto aberto na última rodada.

Os poloneses, que fizeram uma organização absurda para ser cabeça de chave, não jogando amistosos durante um ano, viram essa escolha de adversários servir pra aumentar o vexame. Com duas derrotas na bagagem vai ter um duelo final na quinta-feira contra os japoneses tendo apenas a honra em disputa já que a eliminação já foi decretada.

O duelo entre Senegal e Colômbia promete, pois os Cafeteros precisam da vitória para avançar ao passo que os Leões de Teranga jogam por um empate ou um resultado adverso do Japão no outro confronto da chave.

Quem passar desse grupo pega nas oitavas Inglaterra ou Bélgica, que já estão classificadas e disputam o primeiro lugar também na quinta-feira.

Mais sobre a cobertura da Copa do Mundo na Rússia no Lateral Esquerda: http://esquerdaonline.com.br/a-lateral-esquerda