Fora Temer e suas reformas: por eleições diretas e gerais, já

Editorial Urgente

Michel Temer comprou o silêncio de Eduardo Cunha na prisão.

O pagamento foi feito com dinheiro da JBS. A informação é dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, que estiveram no gabinete do Ministro do Supremo Edson Fachin para selar o acordo de delação premiada. A operação está gravada, a JBS apresentou ao Ministério Público, várias gravações, entre elas um áudio do presidente Temer, feito em março deste ano.

Todos lembram do famoso aúdio em que Romero Jucá planeja o golpe e afirma que “Michel é Eduardo Cunha”. Temer teve que comprar o silêncio de Cunha depois da prisão. Esta bombástica informação não deixa a menor margem para que o governo golpista continue.

Todos a Brasília

Fora Temer e suas Reformas

Por uma nova Greve Geral Já

Não aceitaremos um Governo do STF

Eleições Gerais e Diretas, Já.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil/FotosPúblicas

Comentários no Facebook

Post A Comment