Justiça baiana autoriza uso de força policial contra o Sindiquimica

Por Matheus Quadros, de Camaçari,BA

Nesta quinta (9), a justiça baiana concedeu salvo conduto para a utilização de forca policial contra o sindicato dos trabalhadores do ramo químico (Sindiquimica) caso este se envolva nas manifestações desta sexta (10), dia nacional de paralisação.

A decisão atende a um pedido de habeas corpus preventivo impetrado pelo sindicato patronal (SINPEQ), que representa as indústrias químicas de Camaçari e região, mas que fez o pedido em nome dos trabalhadores do setor.

A decisão arbitrária impede a ação do sindicato para garantir o direito de greve e manifestação dos trabalhadores que se quiserem parar terão que fazer por iniciativa própria sem seus representantes legais.

Em resposta, o Sindiquimica antecipou as mobilizações na base da categoria ainda para a noite de quinta (9).

Vivemos um momento delicado no país, de muitos ataques a direitos históricos dos trabalhadores, e a criminalização da ação do sindicato é mais um duro ataque, por isso é importante prestar solidariedade aos companheiros e garantir que o dia 10 de novembro represente de verdade nosso repúdio à esta reforma trabalhista.

Comentários no Facebook

Post A Comment