Plenária de Centrais e Frentes organiza a greve geral, no Rio de Janeiro

Da Redação

Nesta segunda (17), o Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro foi palco de mais uma Plenária de Centrais Sindicais, desta vez, sendo incorporadas também ao operativo, as três Frentes que vêm construindo as mobilizações na capital fluminense, Brasil Popular, Povo sem Medo e Frente de Esquerda Socialista. Em pauta, a organização da greve geral, marcado para o próximo dia 28 de abril.

Plenária contou com representantes de diversas categorias

Plenária contou com representantes de diversas categorias

Entre os presentes, sindicatos e lideranças da CUT, CTB, NCST, CSB, CGTB, UGT, Força Sindical e CSP-Conlutas se revezaram no uso da palavra, informando suas iniciativas nas bases dos trabalhadores com vistas a convergir esforços por um forte dia de greve e ações contra as reformas do governo Temer. Movimentos como o MTST, UC, Combate e MUSPE também marcaram presença.

Estiveram representadas, ainda, categorias importantes como os rodoviários, bancários, funcionários públicos, professores, metroviários, portuários, aeroviários, cedaianos, ecetistas, trabalhadores sem teto, estudantes, entre outras. A expectativa comum foi de que essa ampla unidade possa gerar uma mobilização, no Rio, como parte das iniciativas nacionais, que impacte o governo e o Congresso.

Representando a Frente de Esquerda Socialista, a professora da UFF Sônia Lucio Lima declarou que “É fundamental agora, que a gente invista de forma bastante intensificada na organização dos comitês, nas agitações, para que possamos ter um dia 28 muito vitorioso e uma bela greve geral que sirva para alavancar novas mobilizações no sentido de derrotar Temer e suas reformas”.

Assista no Vídeo a fala da Frente de Esquerda

Diversas categorias terão assembleias nesta semana para deliberar sobre a adesão à greve geral. Uma nova plenária de Centrais e Frentes ficou indicada para o próximo dia 25, com o intuito de organizar os últimos detalhes da greve geral.

Comentários no Facebook

Post A Comment