Pular para o conteúdo
EDITORIAL

Sindicato dos Petroleiros do Rio faz debate sobre Orgulho LGBTI

Da redação, com informações do Sindipetro-RJ

No dia 03 de julho, às 17h30, o Sindipetro do Rio de Janeiro promoverá o debate “ORGULHO de SER [email protected] LGBTI”, em sua sede, na Avenida Passos, 34, no Centro. O debate é em comemoração ao Dia Internacional do Orgulho LGBTI, celebrado em 28 de junho, data que homenageia a Revolta de Stonewall, em 1969, quando LGBTs que frequentavam um bar em Nova Iorque se rebelaram diante das constantes batidas e da violência policial.

O debate contará com a participação de petroleiros LGBTI que pesquisam, vivenciam e discutem a questão da LGBTIfobia no mundo do trabalho (Charles Vieira), o ativismo LGBTI em espaços não tradicionais (Halisson Paes), a literatura Queer (Moisés Guimarães) e a adoção e o convívio de crianças e adolescentes em familias homoafetivas (Ricardo Bogado). Contará também com a presença de uma convidada transexual que narrará suas próprias experiências enquanto pessoa trans e as dificuldades que enfrenta para se inserir no mercado de trabalho e no mundo das artes (Alice Pereira – ex-petroleira Transexual), além de um ativista que critica a defesa de uma suposta “cura gay” patrocinada por psicólogos fundamentalistas (Alexandre Nabor, do Conselho Regional de Psicologia).

A violência contra trabalhadores e trabalhadoras LGBTI’s está presente no ambiente de trabalho quando essas pessoas são invisibilizadas por sua orientação sexual ou por afirmar outra identidade de gênero. De acordo com o Grupo Gay da Bahia, uma pessoa LGBTI é morta a cada 19 horas por motivações LGBTIfóbicas. No Brasil, mata-se mais pessoas LGBTI do que em nações onde a homossexualidade é considerada crime de Estado. Segundo os organizadores, torna-se emergente que as grandes corporações realizem ações corretivas/assertivas – como referência as outras empresas – afirmando o direitos desses trabalhadores.

“Orgulho de ser [email protected] LGBTI”
Terça, 03/07/2018, 17h30
Sede do Sindipetro-RJ
(Av. Passos 34, Centro – Rio de Janeiro)

LEIA O EDITORIAL ESPECIAL DO DIA 28

Por que o dia 28 de junho é Dia Internacional do Orgulho LGBT?