13 de Novembro: Ocupar as ruas pelos direitos das mulheres

Por Frente Feminista de Esquerda

Por 18 votos a 1, a Comissão Especial para analisar a PEC 181, batizada pelo movimento feminista como “Cavalo de Tróia”. Este projeto originalmente ampliava direitos trabalhistas para mães de prematuros aumentando o tempo de licença maternidade para essas mulheres. No entanto, a bancada fundamentalista fez uma emenda que protege o direito à vida desde a concepção. Caso seja aprovada em plenário, os abortos que hoje são permitidos por lei, como em casos de estupro ou de fetos anencéfalos, passarão a ser inconstitucionais.

Os fundamentalistas querem que a mulher que engravide vítima de um estupro seja forçada a ter um filho fruto de uma violência, seja presa por fazer um aborto ou então que morra em um aborto clandestino.
Os conservadores querem que, mesmo nos casos em que a gestante corre risco de vida, não teríamos direito a recorrer a um aborto.

Não podemos nos calar!
Rodrigo Maia, o bicho vai pegar!

Não nos obrigarão a uma segunda violência. Não nos obrigarão a suportar uma criminalização que pode custar as nossas vidas!
Precisamos ampliar a legalização do aborto e não restringir ainda mais o seu acesso! Para que as mulheres negras, pobres e trabalhadoras parem de morrer todos os dias por não terem condição de pagar clínicas clandestinas, legalizar o aborto já!

Diante disso a Frente Feminista de Esquerda chama, em caráter de urgência todas as mulheres, movimentos e grupos para enchermos as ruas contra mais este retrocesso aos nossos direitos!

Confira o evento no facebook da manifestação convocada para às 18 horas no MASP.

Comentários no Facebook

Post A Comment