Pular para o conteúdo
Especiais
array(1) { [0]=> object(WP_Term)#20835 (10) { ["term_id"]=> int(4302) ["name"]=> string(23) "Greve Geral 28 de abril" ["slug"]=> string(23) "greve-geral-28-de-abril" ["term_group"]=> int(0) ["term_taxonomy_id"]=> int(4302) ["taxonomy"]=> string(9) "especiais" ["description"]=> string(0) "" ["parent"]=> int(0) ["count"]=> int(87) ["filter"]=> string(3) "raw" } }

O Globo mente

Por: Geraldo Prado, do Rio de janeiro, RJ
*Professor de Direito Processual Penal na UFRJ e Desembargador Aposentado do TJ-RJ

Não apenas o governador do Estado deve ser responsabilizado pela agressão gratuita às pessoas que se manifestavam pacificamente, como acompanhei ao longo da tarde, no centro do Rio de Janeiro.

Também as autoridades que respaldam essas graves violações aos direitos e à integridade física das pessoas devem responder por incentivarem a prática de crimes.

Neste momento, professores e estudantes estão encurralados na Cinelândia, cercados como se fossem os criminosos… amigos e amigas que não têm onde se abrigar, agredidos indefesos.

E o jornal O Globo, em mentira deliberada e igualmente criminosa, atribui a “manifestantes” a iniciativa do enfrentamento.

Ignoram que há dezenas de magistrados neste momento, na Cinelândia, cercados e agredidos, testemunhando a verdade.

Fiquei cerca de uma hora acompanhando a festa democrática até que a iniciativa de parte da polícia militar, agredindo as pessoas em frente à Assembleia Legislativa, provocou o desespero e a dor de gente de todas as idades.

O “vândalo” que consigo identificar é o que distorce os fatos, em proveito de projetos econômicos que deveria defender por outros meios, se não fosse historicamente dado a abusos.

Vergonha de um Estado no qual algumas autoridades se acham acima da lei.

Muita vergonha… mas como disse esta semana em Dourados, isso não me fará desistir da democracia.