Pular para o conteúdo
Especiais
array(1) { [0]=> object(WP_Term)#20775 (10) { ["term_id"]=> int(4302) ["name"]=> string(23) "Greve Geral 28 de abril" ["slug"]=> string(23) "greve-geral-28-de-abril" ["term_group"]=> int(0) ["term_taxonomy_id"]=> int(4302) ["taxonomy"]=> string(9) "especiais" ["description"]=> string(0) "" ["parent"]=> int(0) ["count"]=> int(87) ["filter"]=> string(3) "raw" } }

Metalúrgicos de Montadoras realizarão assembleias e paralisações como preparação da Greve Geral

Da Redação, de São José dos Campos, S

As centrais sindicais CSP-CONLUTAS, CUT, CTB, Força Sindical e Intersindical, que representam os trabalhadores das principais bases de metalúrgicos que trabalham em montadoras, definiram realizar, nesta terça-feira, dia 25 de abril, assembleias com paralisação nas portarias das fábricas para pressionar a patronal que apóia as reformas do presidente Michel Temer (PMDB). Os trabalhadores deverão aprovar em todas as bases uma pauta comum contra as medidas do governo, que será encaminhada ao Sinfavea, sindicato patronal do setor.

Teremos um verdadeiro esquenta para a greve geral do dia 28 de abril, em um setor importante e histórico dos trabalhadores brasileiros. Na Scania, Wolks, Mercedes-Benz e Ford do ABC paulista, na GM, Chery e Ford do Vale do Paraíba, as Toyota de Itu e Sorocaba em São Paulo, GM de Gravatai e BMW de Santa Catarina e diversas outras montadoras em Curitiba-PR, Juiz de Fora-MG e Goiana-PE.

Foi confeccionado um panfleto comum para ser entregue em todas as bases. O título é “Pare. 28 de abril é GREVE GERAL contra as reformas”.

Veja abaixo: 0001

0002 Baixe aqui