Municipários de Porto Alegre fazem grande ato

Por Pedro, de Porto Alegre, RS

Após 7 meses de ataques aos serviços públicos de Porto Alegre, o governo Marchezan apresenta um pacote de projetos de lei na Câmara de Vereadores que visam destruir o plano de carreira dos servidores municipais e privatizar departamentos municipais.

Os projetos apresentados no final do dia de sexta-feira visam acabar com a licença prêmio (projeto 07/17); privatizar a água e esgoto (projeto 10/17); terminar com o triênio, avanços com 15 e 25 anos de carreira, assim como muda as regras dos regimes complementares de trabalho (projeto 11/17) e permite parcelar e atrasar o pagamento dos funcionários (projeto 08/17).

Os municipários não demoraram a responder, hoje (01/08/17) fizeram um grande ato no paço municipal que contou com apresença de mais de 1500 pessoas. Somaram-se ao ato os professores estaduais, que decretaram greve até terem seus salário integralizados pelo governador Sartori, que iniciou o parcelamento dos salário com parcelas de R$650,00. Também diversos Vereadores e Deputados estiveram presentes no ato, prestando solidariedade aos municipários.

Categoria demonstra na rua que o governo terá que enfrentar muita luta se tentar atacar os direitos conquistados pelos trabalhadores de Porto Alegre.

Os Municiparios no dia 2, quarte-feira, farão seu CORES (Conselho de Representantes do sindicato), para marcar data de assembleia que deve organizar os próximos passos da luta.

É muito importante que essa nova assembleia tenha massiva presença dos servidores e que juntos tirem um plano de lutas que impeça esse novo ataque, que demonstra que Marchezan tem um único objetivo, destruir com o serviço público municipal, para abrir espaço para os empresários, através das privatizações e das parcerias público privadas.

#Não ao Pacotão!

#Fora Marchezan

Foto: Simpa

Comentários no Facebook

Post A Comment