Metalúrgicos do ABC paralisam fábricas e realizam protesto na Via Anchieta

Da Redação

Na manhã desta terça-feira, dia 11 de julho, os operários metalúrgicos do ABC Paulista paralisaram a produção em várias fábricas e realizaram um forte protesto na Via Anchieta. Segundo informações dos dirigentes sindicais, importantes fábricas da região, como a Volks, a Ford, a Scania, entre outras, se encontram paralisadas.

O objetivo principal da categoria é protestar contra a famigerada Reforma Trabalhista, que retira direitos históricos dos trabalhadores. A votação dessa reforma reacionária está prevista para hoje, no Senado Federal. E, caso aprovada da forma que está, já vai para sanção do presidente ilegitimo.

Por isso, esta atividade é muito importante para dar prosseguimento às lutas de resistência da classe trabalhadora brasileira.

“Fora Temer, já”
O grito pela saída de Temer da Presidência está na garganta dos metalúrgicos que protestam no ABC. A classe trabalhadora precisa tomar em suas mãos a tarefa de derrubar Temer, esse presidente golpista, corrupto e anti-povo trabalhador. Mas, a luta também é para evitar uma eleição indireta para presidente. É fundamental a realização de eleições ‘Diretas, Já’, não só para presidente da República, como também para todo o Congresso Nacional. É preciso derrubar Temer, derrotar as reformas reacionárias que retiram direitos e garantir diiretas, já.

Os metalúrgicos do ABC mais uma vez mostram o caminho. As centrais sindicais e movimentos sociais combativos devem retomar a unificação das lutas, rumo a uma nova greve geral, ainda mais forte e mais ampla do que a do dia 28 de abril.

Vergonha
Em tempo: A tropa de choque da Polícia Militar já está esteve no local e ameaçou reprimir o protesto legítimo dos metalúrgicos. Os operários votaram seguir com a sua justa manifestação, que fechava a Anchieta, mesmo com a forte presença da polícia, expressando o amplo sentimento de indignação e revolta dos trabalhadores.

Comentários no Facebook

Post A Comment