URGENTE | Centrais sindicais decidem nova greve geral para o dia 30 de junho

Da Redação

Acabou há pouco a reunião das centrais sindicais, em São Paulo, e ficou decidida a realização de uma nova greve geral no dia 30 de junho. O movimento vai pedir a saída de Michel Temer (PMDB) da Presidência da República com paralisação de postos de trabalho em todo o país. Também terá como pauta a paralisação das contrarreformas do governo.

Centrais se reuniram em São Paulo nesta segunda (5)

Centrais se reuniram em São Paulo nesta segunda (5)

Após o golpe parlamentar que colocou Temer no governo, protestos aconteceram na maioria das cidades brasileiras. No dia 28 de abril foi realizada uma greve geral histórica, com paralisação de atividades centrais, como o transporte, em várias capitais do país. Trabalhadores de universidades, serviços públicos, fábricas, estaleiros, plataformas de petróleo também aderiram ao movimento. Estradas e rodovias foram bloqueadas e manifestações de rua aconteceram em várias cidades. Para a preparação, foram realizadas assembleias nas categorias e montados comitês em bairros, escolas, entre outros locais.

Agora, para o dia 30 de junho, devem ser programadas novas iniciativas que podem superar a adesão do primeiro movimento paredista. Temer já goza de mais de 90% de desaprovação, de acordo com últimos dados divulgados pelo Paraná Pesquisa. A impopularidade aumentou após as denúncias envolvendo diretamente o presidente em esquemas, como a tentativa de calar o ex-presidente da Câmara dos Deputados, agora preso, Eduardo Cunha (PMDB).

Além da data de 30 de junho, as centrais agendaram para daqui a dois dias, na quarta-feira (7), a realização de uma reunião organizativa com o Dieese e no dia 20 panfletagens e atos como um esquenta para a realização da greve geral.

Confira o comunicado das centrais sindicais convocando a Greve Geral do dia 30 de junho.

 

( Mauro Puerro da Secretaria Executiva da CSP Conlutas fala sobre a reunião das centrais e a data da greve geral)

Comentários no Facebook

Post A Comment