Pular para o conteúdo
Colunas

Quem é rei (poesia)

Jéssica Milaré

Jéssica Milaré

Jéssica Milaré, travesti, bissexual, doutoranda em Matemática pela Unicamp, militante LGBT, transfeminista e do PSOL, membro da Associação da Parada do Orgulho LGBT de Campinas.

Eu queria ser rainha

Mas rainha não posso ser:

Uma rainha almeja um tesouro

E eu almejo um buquê.

 

Esta que lhes fala

Rainha, ela não é:

Uma rainha só bebe finos vinhos,

Mas eu adoro café.

 

Para um jogo no Maracanã,

Não tenho dinheiro, não.

O rei assiste o jogo

E tira foto com a seleção.

 

Poderia ser rainha

E abandonar todo saber?

O rei odeia um olhar crítico,

Mas eu adoro ler.

 

Se eu fosse uma rainha

Seria de um reino efêmero

Pois um rei de verdade

Odeia “ideologia de gênero”

 

Seria de lugar nenhum

Se eu fosse uma rainha:

O rei pisa uma multidão,

Eu, nem uma formiga.

 

Pra massacrar nossa vida,

Nossa velhice, nosso grito,

O rei compra o parlamento

E é chamado de mito!

 

Batatinha, quando nasce,

Espalha a rama pelo chão;

O rei mito, quando dorme,

Envenena o colchão!

Marcado como:
Poesia e arte