Senegal garante a primeira vitória africana na Copa

Por Noraldino Neto, para o Lateral Esquerda

Comandados pelo único técnico negro da Copa, Leões de Teranga confirmaram as expectativas e venceram a Polônia de Robert Lewandovski na estreia

Aliou Cissé era capitão da seleção senegalesa em sua única participação em copas do mundo, 2002 na Coréia e Japão. Naquela oportunidade os leões chegavam como completos desconhecidos, mas logo na estreia venceram a então campeã França de Zidane e Henry e chegaram as quartas de final invictos no tempo normal.

Dezesseis anos depois a situação é bem diferente, Senegal chega como a “esperança” africana na Copa, com estrelas de primeira grandeza no futebol mundial como Sadio Mané, vice-campeão europeu pelo Liverpool. E a julgar pela estreia contra a Polônia essa expectativa de boa campanha na Rússia só aumentou.

CONTROLE DESDE O INÍCIO

O jogo começou sem um domínio claro de nenhuma das equipes, com jogadas concentradas no meio campo nos primeiros 20 minutos, até que Senegal começou a tentar as jogadas pela esquerda com Niang, o melhor da partida. Foram do atacante do Torino as melhores jogadas até o gol de Gana Gueye aos 37 minutos. Após jogada iniciada pelo próprio Nyang e passe de Sadio Mané, o atacante do Everton deu um drible desconcertante e bateu rasteiro, a bola desviou no brasileiro naturalizado polonês Tiago Cioneck, antes de morrer no canto esquerdo do goleiro Szczesny.

O segundo tempo começou com certa pressão da Polônia, com Lewandovski  tentando furar a boa defesa africana do gigante Sané. Mas aos 15 minutos após um recuo desastroso e uma saída precipitada do goleiro polonês, novamente brilhou a estrela de Niang, que com um toque sutil por baixo fez 2X0.

LANCE POLÊMICO?

Os poloneses reclamaram da arbitragem, pois no momento da pixotada do zagueiro polonês, Niang havia acabado de entrar em campo vindo de um atendimento médico. Mas ficou claro que o arbitro do Bahrein, Nawaf Shukralla, já havia autorizado a volta do atacante à campo, o que pegou os poloneses de surpresa.

TRANQUILO ATÉ OS 42 MINUTOS DO SEGUNTO TEMPO

A relativa tranquilidade senegalesa só foi ameaçada a partir dos 42 minutos do segundo tempo, quando Krychowiak escorou de cabeça após cobrança de falta na área. Porém, com Robert Lewandovsky apagado, os poloneses não tiveram força pra empatar, restando apenas alguns chuveirinhos na área de Senegal nos minutos finais.

Novamente Senegal inicia uma copa do mundo vencendo uma seleção europeia e agora lidera o grupo H, junto com o Japão que venceu a Colômbia pelo mesmo placar. Domingo, dia 24/06, as seleções voltam a campo para segunda rodada, com Senegal x Japão às 12hs, e Polônia x Colômbia às 15hs.

Mais sobre a cobertura da Copa do Mundo na Rússia no Lateral Esquerda: https://esquerdaonline.com.br/a-lateral-esquerda

Comentários no Facebook

Post A Comment