Pular para o conteúdo
Especiais
array(1) { [0]=> object(WP_Term)#20768 (10) { ["term_id"]=> int(4211) ["name"]=> string(41) "Lateral Esquerda - Cobertura da Copa 2018" ["slug"]=> string(39) "lateral-esquerda-cobertura-da-copa-2018" ["term_group"]=> int(0) ["term_taxonomy_id"]=> int(4211) ["taxonomy"]=> string(9) "especiais" ["description"]=> string(0) "" ["parent"]=> int(0) ["count"]=> int(69) ["filter"]=> string(3) "raw" } }

Chocolate belga para cima do Panamá

Por Jaison Xanchão, para o Lateral Esquerda

Um dos times mais promissores desta Copa, Bélgica, estreia com vitória no mundial

Pelo Grupo G da Copa do Mundo, na cidade de Sochi, Bélgica e Panamá fizeram sua estreia no mundial. Diante de olhares atentos de todo mundo para a Bélgica, uma das sensações da Copa, e o estreante Panamá, os dois times fizeram um jogo movimentado e gostoso de assistir, onde a lógica, que está sendo deixada um pouco de lado no torneio até agora, prevaleceu.

Esse foi um jogo histórico para o time panamenho que pela primeira vez na história das copas joga a competição. Era nítido nos olhos da comissão técnica e jogadores a emoção e o peso de representar seu país. São 4,1 milhões de habitantes vendo pela primeira vez a seleção de futebol numa copa. Na hora do hino, a cada jogador que passava na câmera, o olhar emocionado mostrava que era um momento especial para eles.

Do lado belga havia a expectativa na jovem e talentosa geração, a qual quer entrar de uma vez por todas no hall das grandes seleções do mundial.  Um grupo que já era promissora em 2010, chega à Rússia mais amadurecida e tentando fazer a melhor campanha de sua história e quem sabe surpreender os grandes favoritos. A atmosfera era de ansiedade no time que é um misto de naturalizados, filhos de imigrantes e jogadores nascidos no país. A Bélgica conta no seu elenco com jogadores de destaque no futebol mundial, principalmente no futebol inglês, com destaque especial para o goleiro Courtois (Chealse), o meia Harzad (Chealse), Lukaku (Manchester United), Fellaini (Manchester United) e De Bruyne (Manchester City).

Em campo o que se viu foi o favoritismo se confirmar com uma seleção belga que não conseguiu romper a barreira do adversário no primeiro tempo, mas deslanchou na segunda etapa. Apresentando um jogo envolvente com troca de passes rápidos, uma boa marcação, um maestro com a 10, Harzard, onde toda bola de ataque passava por seus pés e um matador, Lukaku, em dia de grande inspiração foi uma combinação fatal. O centroavante do Manchester United acabou guardando 2, aos 69´e 75´, na vitória de 3 a 0. Mertens foi quem abriu o placar num belíssimo chute que encobriu o goleiro Penedo (Panamá), que aliás se nada der certo pode trabalhar de sósia do goleiro Buffon, o lendário goleiro italiano.

Agora os dois times voltam a campo no final de semana. Bélgica tentará confirmar que é uma seleção favorita, não só no vídeo game, jogando sua classificação contra Tunísia no sábado (23/06) e o Panamá terá uma pedreira que é a “sempre favorita” Inglaterra no domingo (24/06).

Mais sobre a cobertura da Copa no Lateral Esquerda: http://esquerdaonline.com.br.br/a-lateral-esquerda