Pular para o conteúdo
Especiais
array(1) { [0]=> object(WP_Term)#20768 (10) { ["term_id"]=> int(4211) ["name"]=> string(41) "Lateral Esquerda - Cobertura da Copa 2018" ["slug"]=> string(39) "lateral-esquerda-cobertura-da-copa-2018" ["term_group"]=> int(0) ["term_taxonomy_id"]=> int(4211) ["taxonomy"]=> string(9) "especiais" ["description"]=> string(0) "" ["parent"]=> int(0) ["count"]=> int(69) ["filter"]=> string(3) "raw" } }

México surpreende e vence atual campeã do mundo

Por: Daniela Belarmino e Bruno Silva, do Lateral Esquerda

O estádio Luzhniki, em Moscou, reunia, no final desta manhã de domingo, as duas maiores torcidas desta Copa do Mundo na Rússia: México e Alemanha. Foram destinados 120 mil ingressos aos dois países, cerca de 5% do total distribuído pela Fifa até a última semana.

Um primeiro tempo agitado para o México, trabalhando o contra-ataque e indo pra cima dos alemães. A seleção alemã seguiu com seu toque de bola, mas hoje faltou chegar na pequena área. Com 33% de aproveitamento de chutes, Ochoa, quando precisou estava lá e merece crédito junto ao time mexicano.

Parece que o lema “México jogando como nunca perdendo como sempre” foi parado. Com gol de Lozano aos 35 minutos do primeiro tempo. A seleção alemã teve pouco aproveitamento no primeiro tempo com relação ao chute ao gol, sobressaindo na posse de bola tentando manter o controle e jogar armado, mas quase não chegou ao gol e muito menos converteu.

No segundo tempo, os times voltaram com energia e mantendo ritmo de jogo, a seleção mexicana desperdiçou muita bola, faziam excelentes contra-ataques com roubadas de bola mas eram barrados para finalizar. A seleção alemã seguia com toque de bola, mas realmente não sabia como finalizar, assustou em alguns momentos mas Ochoa mostrou que estava atento.

Seleção alemã mostrou porque foi campeã, acreditou até o final. Manuel Neuer foi pra área acompanhar o último escanteio, mas realmente esse jogo eles estavam abaixo da média. Muller estava sumido, Ozil estava lá mas não sabíamos onde.

Nada esta definido, ganhar em estreia é alegria, ainda mais para o time mexicano sobre a última campeã e autora do 7 x 1 contra o Brasil. Contudo temos muito campeonato pela frente. México abateu o time mais forte do grupo, isso dá um fôlego e uma esperança, porém o pé preciso ser matido no chão!