Pular para o conteúdo
Especiais
array(1) { [0]=> object(WP_Term)#20881 (10) { ["term_id"]=> int(4211) ["name"]=> string(41) "Lateral Esquerda - Cobertura da Copa 2018" ["slug"]=> string(39) "lateral-esquerda-cobertura-da-copa-2018" ["term_group"]=> int(0) ["term_taxonomy_id"]=> int(4211) ["taxonomy"]=> string(9) "especiais" ["description"]=> string(0) "" ["parent"]=> int(0) ["count"]=> int(69) ["filter"]=> string(3) "raw" } }

Jogo frio numa noite de verão russa

Por Jaison Xanchão, para o Lateral Esquerda

Croácia vence partida contra Nigéria e assume a liderança do grupo D

Neste sábado, às 16h, tivemos o último jogo do dia, que fechou a primeira rodada no Grupo D. Mais cedo Argentina e Islândia não saíram do 1 a 1. Na partida entre Croácia e Nigéria também saíram 2 gols, mas foram todos para os croatas que bateram os nigerianos na estreia das seleções. O jogo aconteceu no Estádio Kaliningrado que tem capacidade para 35.212 pessoas e teve arbitragem brasileira de Sandro Meira Ricci.

O jogo foi marcado por uma baixa na torcida do time africano, que teve o símbolo principal da torcida, as “galinhas da sorte”, proibidas de entrar em campo pelo Ministério da Cultura da Rússia. Segundo Andrei Ermak, Ministro da Cultura, disse que mesmo as galinhas sendo um símbolo da torcida nigeriana “levá-las, vivas ou mortas, seria impossível”. Essa não foi a primeira vez que os mascotes nigerianos ficaram de fora de um jogo da Copa, tal fato já havia acontecido em Johanesburgo (África do Sul).

O jogo foi bem morno e, tirando os gols e os destaques individuais da Croácia, como o galáctico Luka Modric, e de uns dos melhores volantes do mundo, Rakitic (Barcelona), deixaria muito a desejar para um jogo de Copa do Mundo. Os croatas abriram o placar aos 32 minutos do primeiro tempo, quando o nigeriano Oghenekaro Etebo marcou um gol contra. Já no segundo tempo, aos 26 minutos, Luka Modric fechou o placar com um gol de pênalti, sofrido por Mario Mandzukic.

Mais chamativo e bonito que o futebol das equipes hoje são seus uniformes. A Croácia com seu tradicional quadriculado vermelho e branco que oscila de forma perigosa entre uma camisa chamativa interessante ou uma toalha brega de mesa de bar. Já a Nigéria está sendo o destaque no quesito modelito e elegância. Chegaram a Rússia com um uniforme de viagem muito alinhado e em campo apresentaram uma camisa verde muito estilosa. O uniforme foi mais cobiçado de sua patrocinadora esportiva, superando camisas de grandes times europeus e sendo o mais vendido entre todas as seleções.

Agora as equipes voltam a campo na segunda rodada e vão ter jogos decisivos para suas pretensões na competição. A Croácia joga contra Argentina na quinta-feira e pode garantir sua vaga na próxima fase caso derrote os hermanos e ainda de quebra os eliminaria. Já a Nigéria decide sua vida contra o empolgado e aguerrido time da Islândia na sexta-feira.

Veja como foi a outra partida do dia no Grupo D

Deu ruim! Messi perde pênalti e Argentina fica no empate

 

Mais sobre a cobertura da Copa no Lateral Esquerda

Lateral Esquerda