Solidariedade e apoio às famílias desabrigadas em São Paulo



Por: PSOL Nacional

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) manifesta sua irrestrita solidariedade aos moradores do edifício que desabou na madrugada da última segunda-feira (1º/05), no Largo do Paissandu, Centro de São Paulo.

O poder público tem a obrigação de dar todo o suporte às famílias desabrigadas, já que não cumpriu seu dever de assegurar o direito à moradia digna e segura para aqueles trabalhadores e trabalhadoras. É simbólico que a tragédia ocorra no dia 1° de maio, Dia Internacional dos Trabalhadores, quando os números oficiais apontam o aumento da precariedade e a persistência de altas taxas de desemprego.

Todos sabemos que ninguém ocupa um imóvel naquelas condições senão por absoluta falta de alternativa. Enquanto houver mais de 7 milhões de imóveis vazios no Brasil, servindo aos interesses da especulação imobiliária, o direito à habitação não poderá ser assegurado.

Rechaçamos, ainda, a tentativa de criminalização dos ocupantes, bem como a associação desonesta entre a ocupação e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). A extrema-direita não tem pudor em espalhar calúnias na internet e deve ser responsabilizado criminalmente por isso.

O PSOL se coloca ao lado das famílias desabrigadas e exige dos governos federal, estadual e municipal, medidas para diminuir os efeitos dessa tragédia.

Partido Socialismo e Liberdade – PSOL
2 de maio de 2018

Comentários no Facebook

Post A Comment