PSOL Curitiba repudia agressões a membros do MST no acampamento Lula Livre



Por: Diretório Municipal PSOL Curitiba

O Partido Socialismo e Liberdade, através de sua executiva municipal em Curitiba, vem a público denunciar e repudiar as agressões sofridas ontem pelos camaradas do MST acampados próximos à sede da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida, em vigília permanente ao ex-presidente Lula, preso no mesmo local.

Por volta das 19h30, integrantes da principal torcida organizada do Coritiba (Imperio Alviverde) agrediram covardemente, com barras de ferro e pedaços de madeira, participantes do acampamento Lula Livre, enquanto voltavam das atividades realizadas próximo à PF.

Vale lembrar que o acordo firmado entre a direção do PT, Prefeitura de Curitiba e a Polícia Militar para a realocação do acampamento em um terreno próximo à PF tinha sido feito sob garantia da própria polícia de que haveria patrulhamento e guarda aos militantes entre tal terreno e o local das atividades.

Denunciamos a covardia da ação de alguns integrantes da torcida organizada, que se aproveitaram do caráter pacífico das ações no acampamento para atacar nossos camaradas. Exigimos também, da Império Alviverde e da própria direção do Coritiba Football Clube, uma posição sobre o ocorrido.

Foto: Novo território do Acampamento #LulaLivre em Curitiba-PR. 17/04/2018. Foto: Joka Madruga/ Agência PT

Comentários no Facebook

Post A Comment