Futebol e política: O que Wladimir Costa tem a ver com o péssimo gramado do Mangueirão?

Por Luiz Henrique, Belém, PA

No último domingo (14/01), Remo e Bragantino estrearam pelo Campeonato Paraense. A torcida lotou o estádio, e mais de 32 mil pessoas estiveram presentes acompanhando a vitória de 3×0 do Leão Azul sobre a equipe de Bragança. Entretanto, o espetáculo futebolístico só não foi melhor aproveitado pelos fãs, pois o péssimo estado do gramado não permitiu: as abundantes falhas no campo haviam sido preenchidas com areia antes da partida.

Nesse misto de areia e grama, era comum ver jogadores errando passes, cruzamentos e chutes por conta da trajetória oscilante que a bola tomava. Os atletas várias vezes chutaram areia, quando tentavam fazer um arremate para a meta adversária. E a culpa de tudo isso? É da administradora do estádio, a SEEL – Secretaria de Esporte e Lazer, a qual foi entregue, no final do ano passado, pelo Governador Simão Jatene (PSDB) nas mãos de Wladimir Costa (Solidariedade), através de uma apadrinhada política sua que assumiu a Secretaria.

A fim de não deixar o estádio ocioso, a SEEL cedeu nos últimos meses, o estádio para festas e eventos de entretenimento, e pelo visto, o aluguel pago não foi revertido para recuperação do gramado, ou até mesmo para a limpeza de suas dependências: as arquibancadas estavam sujas e os banheiros flagrantemente não eram limpos desde o ano passado. Uma sujeira total. A situação do gramado, inclusive, foi duramente criticada pelos treinadores de ambas as equipes. Nas palavras de Ney da Matta, treinador remista: “Na verdade, nosso papel é entrar em campo e vencer. Não temos que dar desculpas. Mas, cá para nós, o piso de hoje (domingo) estava muito ruim para o desempenho de qualquer equipe. E acreditem, isso afeta muito no rendimento de um jogador”

E mais uma vez é o torcedor, que paga um ingresso caro (R$30), e sai prejudicado pela péssima administração pública, sujeita às politicagens do Estado. Enquanto Wlad, o deputado pirotécnico, cassado pelo TRE-PA e investigado por outros desvios na própria SEEL, estiver dando as cartas por lá, nada de bom pode se esperar para o Esporte no Estado do Pará. O mínimo que nós torcedores do Remo esperamos é um estádio limpo e um gramado decente para as próximas semanas.

Comentários no Facebook

Post A Comment