Neste dia 11, ir às ruas de São Paulo protestar contra o aumento da tarifa

Por Camila Lisboa, de São Paulo

Na próxima quinta feira, os movimentos sociais de São Paulo vão realizar uma manifestação contra o absurdo aumento da tarifa de ônibus, trens e metrôs. Este aumento é abusivo e este valor configura umas das tarifas mais caras do Brasil e do mundo. Ainda que neste ano este reajuste tenha sido abaixo da inflação, há muitos anos os aumentos tem sido abusivos, acima da inflação. Se ao longo de todos os anos o aumento respeitasse pelo menos a taxa de inflação, a tarifa de hoje não seria nem 2 reais.

O prefeito João Dória e o governador Geraldo Alckmin, ambos do PSDB, estão aliados neste ataque. Justificam o aumento pelo aumento de custos, o que não é verdade. Dória trabalha na redução de linhas de ônibus disponíveis e Alckmin trabalha com afinco sobre a entrega do metrô para a iniciativa privada, com leilão de concessão marcado para o próximo dia 19.

O aumento da tarifa tem um forte impacto sobre a renda das família trabalhadoras. O salário mínimo aumentou 17 reais. Com este aumento, esse reajuste perde sentido. Porque também aumentam os preços dos alimentos e itens da cesta básica.

Os governos cumprem seus compromissos com a máfia dos transportes e deixam o povo pobre paulistano em piores condições. A luta contra o aumento da tarifa significa questionar todo esse projeto privatista e também significa defender que o transporte seja responsabilidade do Estado.

Dia 11, as 17h, no Teatro Municipal, no centro de São Paulo, estaremos todos lá!

Confirme presença no evento:
https://www.facebook.com/events/222505838292601/

 

Comentários no Facebook

Post A Comment