Nem tudo é doce: clandestinos em Ribeirão Pires

Na Décima segunda matéria da série sobre as batalhas de MC’s no Grande ABC Paulista, o Esquerda Online vai para uma das batalhas pioneiras da região

Por: Elber Almeida, do Grande ABC Paulista

Ribeirão Pires é uma das menores cidades da região do grande ABC Paulista. Isso não quer dizer que é uma cidade pequena, são mais de cem mil habitantes. O turismo possui importância para a cidade, pois trata-se de um município bem menos industrializado que os outros da região. A Prefeitura recebe incentivos financeiros do Estado de São Paulo para a promoção do turismo na cidade e suas atrações. Alguns dos eventos são relativamente famosos na região, como o festival de chocolate.

Voltada para este tipo de atividade, a Vila do Doce, fundada em 2008, recebe visitantes de toda a região. Em um ambiente cercado, a Prefeitura visa atrair turistas. Logo ao lado, numa praça, ocorre uma roda da rimas aberta a todos há quase quatro anos. É a Batalha Clandestina de Ribeirão Pires.

Como a maioria das rodas de rimas do movimento Hip Hop no grande ABC, o formato consiste em dois MCs, enfrentando-se em eliminatórias, até uma final. Há uma diferença com relação às outras batalhas da região: geralmente esta batalha ocorre no formato “a capela”, ou seja, sem som ao fundo. Uma exceção foi esta última edição, por ser especial do dia das crianças. A organização afirma que o formato é assim por ter referência na Batalha da Santa Cruz, a mais antiga batalha de MCs ativa em São Paulo.

Batalha Clandestina – Ribeirão Pires -SP

Reportagem sobre Batalha Clandestina, batalha de MC's na região do Grande ABC paulista, da série de reportagens feita pelo Esquerda Online.

Publicado por Esquerda Online em Domingo, 15 de outubro de 2017

Como a grande maioria dos eventos deste tipo, a Batalha Clandestina também sofreu repressão policial diversas vezes. Não é novidade para quem participa do movimento Hip Hop a constante ação da polícia contra suas ações. No caso da batalha, a polícia já tentou impedir a realização desta, porém os organizadores conseguiram terminá-la fora da praça da Vila do Doce, próximos à estação de trem da cidade.

Na última edição, a organização da batalha arrecadou brinquedos para crianças que precisam, neste Dia das Crianças que infelizmente não é para todas. Famílias levaram suas crianças para a roda e tudo ocorreu num clima de paz e confraternização.

Já são quase quatro anos de resistência. Toda quinta-feira, às 20h, na praça da Vila do Doce, próxima à estação de trem em Ribeirão Pires. O Hip Hop resiste nos quatro cantos deste planalto industrial.

0 #Cultura e resistência no ABC paulista: https://esquerdaonline.com.br/2016/10/20/cultura-e-resistencia-no-abc-paulista-sobre-batalhas-de-rap-na-regiao/

1 #Batalha da Pistinha: https://esquerdaonline.com.br/2016/11/01/cultura-na-periferia-do-abc-paulista-a-batalha-da-pistinha/

2 #Batalha da Praça: https://esquerdaonline.com.br/2016/11/07/entre-a-industria-e-a-quebrada-a-batalha-da-praca-no-silvina/

3 #Batalha da Vila Luzita: https://esquerdaonline.com.br/2016/11/17/a-batalha-da-vila-luzita-a-igreja-e-o-terminal/

4 #Batalha da Galeria: https://esquerdaonline.com.br/2016/11/20/o-contraste-na-cidade-a-batalha-da-galeria/

5 #Batalha da Palavra: https://esquerdaonline.com.br/2016/12/08/a-palavra-rimada-no-centro-de-santo-andre/

6 #Resiste Batalha do Carrefa!: https://esquerdaonline.com.br/2017/01/02/resiste-batalha-do-carrefa/

7 #A Batalha do Cooperativa: https://esquerdaonline.com.br/2017/01/27/a-batalha-do-cooperativa/

8 #A Tripla Resistência das Minas: Roda Cultural da Brasil: https://esquerdaonline.com.br/2017/02/09/apenas-em-sua-segunda-edicao-a-roda-cultural-da-brasil-batalha-das-minas-em-sao-bernardo-do-campo-mostra-a-que-veio-resistir/

9 #Um Bom Lugar na Quebrada: A Batalha do Remp: https://esquerdaonline.com.br/2017/03/06/um-bom-lugar-na-quebrada-a-batalha-do-remp/

10 #Quilombagem urbana que incomoda a burguesia: a Batalha da Matrix:
https://esquerdaonline.com.br/2017/05/05/quilombagem-urbana-que-incomoda-a-burguesia-batalha-matrix/

11 #Nas Pistas: 4 anos de resistência em Mauá:
https://esquerdaonline.com.br/2017/08/23/nas-pistas-4-anos-de-resistencia-em-maua/

Mapa das Batalhas de Rap do ABCDMRR:

Comentários no Facebook

Post A Comment