Ivan, bem-vindo ao mundo

Por: Jéssica, Milaré, colunista do Esquerda Online

Na última terça-feira, 29 de agosto, na novela da Globo “A Força do Querer”, nasceu Ivan, personagem interpretada por Carol Duarte. Ao contrário da maioria das pessoas, Ivan é um rapaz trans. Embora tenho recebido um nome feminino e um gênero feminino ao nascer, ele se vê como homem e é assim que ele deve ser visto e tratado. Diante desta cena, muitos fundamentalistas diriam “Isso é ideologia de gênero!” Nós, do Esquerda Online, dizemos o contrário: Ivan, seja bem-lindo, quer dizer, bem-vindo ao mundo!

Não há nada de “errado” com Ivan. Ele é apenas diferente da maioria das pessoas. Nossa sociedade tem a péssima mania de querer punir tudo o que é diferente. Nas escolas, por exemplo, pessoas trans como o Ivan, como a modelo Roberta Close ou atriz a Maria Clara Spinelli, costumam sofrer muito bullying, violência física, psicológica e sexual. Apenas por serem diferentes. Mas por que ser diferente seria ruim?

Algumas pessoas poderiam então questionar: mas por quê? Por que Ivan é diferente? Podemos fazer uma pergunta mais generalizada: por que algumas pessoas se identificam como homens e outras como mulheres? Essa é uma pergunta muito complicada para a qual não existe ainda uma resposta completamente satisfatória. Para tentar respondê-la, no mínimo nós teríamos que estudar psicologia, biologia e sociologia. Mas nós não precisamos saber a resposta para aprender a respeitar o Ivan da forma como ele é.

A novela criada por Glória Peres nos traz essa lição: o respeito deve estar acima de tudo. Devemos rejeitar veementemente qualquer forma de transfobia. Queremos um mundo em que Ivan possa ser Ivan, simples assim.

Comentários no Facebook

Post A Comment