Pular para o conteúdo
Especiais
array(1) { [0]=> object(WP_Term)#20890 (10) { ["term_id"]=> int(4302) ["name"]=> string(23) "Greve Geral 28 de abril" ["slug"]=> string(23) "greve-geral-28-de-abril" ["term_group"]=> int(0) ["term_taxonomy_id"]=> int(4302) ["taxonomy"]=> string(9) "especiais" ["description"]=> string(0) "" ["parent"]=> int(0) ["count"]=> int(87) ["filter"]=> string(3) "raw" } }

28 de Abril: Reunião de preparação da Greve Geral em Campinas (SP) aprova plano de ações

Por: Antonio Junior, de Campinas, SP

Em Campinas (SP), dezenas de trabalhadores compareceram ao Sindicato dos Metalúrgicos na última terça-feira (18) para debater e organizar a construção da Greve Geral do dia 28. Participaram representantes das centrais sindicais (Csp Conlutas, CUT, CTB, Intersindical, Força Sindical), da Frente Povo Sem Medo, da Frente Brasil Popular, além de sindicatos, partidos políticos, movimentos sociais e estudantes. Diversas categorias assinalaram a intenção de se incorporar às paralisações, entre eles químicos, metalúrgicos, rodoviários, petroleiros, servidores municipais, trabalhadores da Unicamp, da Sanasa e da Previdência Social.

Elaborou-se um plano de ações conjuntas para realizar um amplo diálogo com a população da cidade, com mutirões de panfletagem no Terminal Central e na Catedral ao longo dessa semana, além das panfletagens na base das respectivas categorias. Seguindo o sucesso dos atos do 15M, a reunião aprovou ainda a realização de duas manifestações no Largo do Rosário, às 11h e às 16h.

Esse espaço demonstrou a disposição das organizações dos trabalhadores e da juventude da região em levar adiante a construção unitária da Greve Geral do 28A, contra as reformas do governo Temer como a da Previdência, a Trabalhista, o projeto de terceirização, entre outras, que tem como objetivo fazer os trabalhadores pagarem pela crise econômica e política de nosso país.

Podemos construir uma grande Greve Geral. Para isso, precisamos mobilzar a população para nossa luta, levando esse debate para os locais de trabalho, conversando com nossos colegas e familiares, organizando comitês de base para aderir às paralisações e indo às ruas nas manifestações do Largo do Rosário. Vamos parar Campinas e o Brasil!

Foto: Antonio Junior