Pular para o conteúdo

Educação aprova caravana: ‘Ocupar Brasília contra a PEC do fim do mundo’

Por Gibran Jordão, de Brasília(DF)

Em clima de total unidade de ação varias entidades da educação pública se reuniram na sede da CNTE em Brasilia, nesta sexta feira( 04), para construir um calendário de lutas unificado apoiado nas lutas concretas que estão se desenvolvendo.

Na vanguarda das lutas estão os estudantes que ocupam centenas de escolas, institutos e universidades contra a PEC 241 e a reforma do ensino médio. Tais ocupações com assembleias massivas e toda a luta estudantil sofrem repressão do estado e das milícias de ultra direita com ataques violentos, destaca-se entre esses grupos reacionários, o Movimento Brasil Livre – MBL.

Na esteira de todas as ocupações, os Técnicos Administrativos em Educação das universidades públicas deflagraram greve no dia 24 de outubro e hoje são aproximadamente 40 instituições federais de ensino superior paralisadas.

Participaram dessa reunião a CNTE, CONTEE, ANDES-SN, FASUBRA,SINASEFE, UNE, ANEL, PROIFES, ANPAE, CEDES, ANPED,UNDIME,MIEIB,UBES, Sindsep-df, CspConlutas e CUT. Após um longo debate acordaram um calendário unificado no qual se destaca:

*11 e 25 de Novembro: Dias nacionais de lutas e paralisações nos estados.

* 29 de Novembro: Caravana Nacional da Educação Pública contra a PEC DO FIM DO MUNDO.

Foi acordado também como lema central da caravana: ” Ocupar Brasilia Contra a PEC 241( Hoje 55)”. Todas as medidas do governo ilegítimo de Temer que atacam os trabalhadores, em especial ligados a educação, estão na pauta desse movimento como a auditoria da divida pública, lei da mordaça, a defesa do pré-sal e a reforma da previdência. Como também há uma proposta de criar uma rede de solidariedade as ocupações!

Uma plenária nacional desse movimento para seguir organizando a caravana nacional e todo calendário unificado será realizado no dia 16 de novembro em Brasilia.

Não a PEC do Fim do Mundo!

Fora Temer!

[email protected] a Brasilia!