OPINIÃO | Por que segue a greve da construção civil de Fortaleza?

Por: Fabio Jose, de Fortaleza, CE

Muitas pessoas em Fortaleza se perguntam: Por que fazer uma greve num período tão difícil para a classe trabalhadora? A aprovação da Reforma Trabalhista e o desemprego crescente demonstram as dificuldades da atual quadra da luta de classes.

photo5150412146302101434

Acontece que, pela primeira vez, em mais de 20 anos, os patrões querem aprofundar o arrocho salarial mediante um reajuste inferior à inflação do período e se recusam a negociar o vale-combustível para uma categoria em que a moto tem se transformado no principal meio de transporte para vencer a distância da casa para o trabalho.

Por fim, o operariado da construção civil, um dos setores mais precarizados da classe trabalhadora, adquiriu o hábito de lidar com as dificuldades . Nos duros anos em que o país era governado por FHC em Fortaleza, os operários promoveram greves longas e radicalizadas. Agora, com o Temer, o recado parece simples: ou vencer, ou perder lutando.

Eis a principal lição de julho.

Saiba Mais

Todo apoio e solidariedade à greve da construção civil de Fortaleza

Greve da construção civil de Fortaleza chega ao sexto dia

Fortaleza: começou a greve dos trabalhadores da construção civil

Comentários no Facebook

Post A Comment