Escutei atentamente o discurso do Lula

Por: Silvia Ferraro, colunista do Esquerda Online

Lula usou dois argumentos fortes para se defender. O primeiro é de que não existem provas que fundamentem a condenação feita por Sergio Moro, fruto da operação Lava Jato. O outro argumento é de que essa condenação existe para sepultar a possibilidade de que Lula possa concorrer às próximas eleições presidenciais.

Estes dois argumentos são reais. A Lava Jato tem sido utilizada como instrumento para que se vinguem os interesses econômicos e políticos de uma fração burguesa dominante no país. Mas exatamente por isso, Lula comete um erro muito grande ao dizer que continua confiando na Polícia Federal, na Justiça e nas instituições.

A Justiça tem lado e se move de acordo com os interesses de classe. A Lava Jato e nenhuma instituição merecem qualquer tipo de confiança. Lula já deveria ter aprendido sobre isso, mas parece que nem sob a mira da condenação, rompe com seu espírito conciliador.

É impressionante como Lula não utiliza em nenhum momento em seu discurso o apelo à mobilização popular para derrotar o projeto golpista que acabou de aprovar uma Reforma Trabalhista que varreu com os interesses históricos dos trabalhadores.

Mobilização que faltou às ruas na greve do dia 30 de junho e que se tivesse existido poderia ter dado outra correlação de forças para derrotar Temer e as Reformas.

É lamentável que Lula diga que não quer dar um “golpe” no Temer. Não é possível dar golpe em quem está no poder fruto do golpe. Temer tem que cair pela força da mobilização popular. Lula parece não querer este caminho, prefere lançar sua candidatura no dia de hoje e ficar esperando 2018.

Também é lamentável que o grande projeto de Lula seja colocar o pobre no orçamento e retomar o crédito. Este projeto de conciliação fracassou e as forças eleitas em 2014, entrelaçadas com o PT, são exatamente aquelas que hoje estão massacrando os trabalhadores.

Repudiamos a direita asquerosa com seu preconceito de classe que ontem comemorou a condenação de Lula trajando uma camiseta assinada pelo MBL, estampando os dedos da mão de Lula. Assim como repudiamos a operação Lava Jato que está a serviço do projeto político do poder econômico.

Mas, também não temos nenhum acordo com o projeto político defendido por Lula neste seu discurso hoje. Não queremos simplesmente inserir o pobre no orçamento através das políticas de bolsas e de subemprego. É preciso ousadia pra derrotar o projeto golpista que está sendo aplicado por Temer e Meirelles. É preciso ir a fundo numa mudança radical pela esquerda, sem confiança nas instituições e sem acordos com os poderosos. Lula e o PT não são portavozes dessa coragem. É preciso vir o novo que não tenha medo de lutar!

Assista à integra do discurso

Foto: Ricardo Stuckert

Comentários no Facebook

Post A Comment