Ex-preso político da Ditadura Militar, B. Boris Vargaftig recebe premiação por contribuição científica

Da Redação, com contribuições de Maraísa Ribeiro e Aldo Sauda

19894907_1840967722587275_7629506008026656307_nDurante o 13º World Congress of Inflammation, ocorrido ontem, 11 de julho, em Londres, o pesquisador B. Boris Vargaftig foi agraciado pelo Lifetime Achievement Award, pelo conjunto de sua obra científica. Professor Senior do ICB-USP, Boris Vargaftig trabalhou na Europa após ter sido rejeitada sua nomeação a assistente no departamento de farmacologia da então Faculdade de Ciências Médicas de Campinas, em 1964, pela administração universitária submissa à ditadura. Boris chegou a ser preso pela ditadura, enquanto dava aula.

Tendo partido para a Europa, trabalhou em laboratórios dentre os quais por 25 anos no Instituto Pasteur de Paris, onde dirigiu uma Unidade de Pesquisas e foi membro do Conselho Diretor e Presidente do Conselho Científico. Publicou mais de 400 trabalhos, notadamente sobre inflamação pulmonar e seus mediadores.

Prisão na Ditadura Militar
“Fui detido dentro de sala de aula em 14 de julho de 1964, prisão que se prolongou por quase dois meses no navio ‘Raul Soares’ na cidade de Santos, em São Paulo”, disse em entrevista ao Opera Mundi.

Boris estava dando aula, quando foi detido. Operava um animal no momento em que a PM entrou na sala para prendê-lo. Na ocasião, Boris fez um apelo aos policiais: “Espera, deixa só eu terminar a operação”.

Em 2014, Boris recusou o titulo De. Honoris Causa da Unicamp, em protesto contra a influência de Jarbas Passarinho na universidade.

Para saber mais sobre suas contribuições científicas listadas pela Academia Brasileira de Ciências

Pesquisas

Modo de ação das peçonhas na liberação de substâncias biologicamente ativas e na injúria micro-vascular.
Mecanismo de ação dos anti-inflamatórios não esteróides, inibição da biosíntese de prostanóides.
Biosíntese, papel fisiopatológico e antagonistas do Platelet-Activating Factor e outros lipídios farmacológicamente ativos.
Estudo do papel de macrófagos alveolares na hipersensibilidade imediata e inflamação pulmonar: modulação pelo AMP-cíclico.
Mecanismo de interação entre neutrófilos, plaquetas e células endoteliais: papel de proteínas e patologia pulmonar.
Mecanismos de ativação plaquetária: fosfolipase A2 secretada e mediadores.
Mecanismos celulares e hiper-reatividade broncopulmonar relacionadas à ativação de linfócitos, neutrófilos e eosinófilos.
Papel da fosfolipase A2 secretada por macrófagos alveolares e eosinófilos.

Títulos
Médico – Universidade de São Paulo (USP) – 1963.
Professor assistente (Farmacologia) – Faculdade de Medicina de Campinas – 1964.
Docteur ès Sciences – Université de Paris – 1972.
Professor titular (Farmacologia) – Instituto de Ciências Biomédicas da USP – 2004.

Posições
Diretor
Unidade de Farmacologia Celular
Instituto Pasteur
jan/1977 – presente

Chefe
Departamento de Bioquímica e Farmacologia
Centro de Pesquisas Merrell International
jan/1973 – jan/1977

Chefe
Serviço de Pesquisas Farmacológicas
Laboratório Organon
jan/1972 – presente

Prêmios
Condecorações
Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico – Presidência da República do Brasil – ago/2008

Prêmios
Grande Prêmio – Institut Electricité Santé – 1995
Life Achievement Award – International Association of Inflammation Societies (IAIS) – 2005

Publicações Selecionadas
PRETOLANI, M. , LEFORT, J. and VARGAFTIG, B. B. 1988 . Active immunization induces lung hyperresponsiveness in the guinea pig. American Review on Respiratory Diseases. vol. 138 , p. 1572 – 1578

LELLOUCH-TUBIANA, A. , LEFORT, J. and VARGAFTIG, B. B. 1988 . Eosinophil recruitment into guinea pig lungs after PAF-acether and allergen administration. Modulation by prostacyclin, platelet depletion and selective antagonists. American Review on Respiratory Diseases. vol. 137 , p. 948 – 954

VANNIER, E. , LEFORT, J. , TERLAIN, B. and VARGAFTIG, B. B. 1991 . Lipopolysaccharide from E. coli reduces antigen-induced bronchoconstriction in actively sensitized guinea-pigs. Journal of Clinical Investigation. vol. 87 , p. 1936 – 1944

VARGAFTIG, B. B. , COËFFIER, E. and JOSEPH, D. 1991 . Activation of guinea pig eosinophils by human recombinant IL-5. Selective priming to platelet-activating factor-acether and interference of its antagonists. Journal of Immunology. vol. 147 , p. 2595 – 2602

PRETOLANI, M. , RUFFIÉ, C. , JOSEPH, D. , CAMPOS, M. G. , CHURCH, M. K. , LEFORT, J. and VARGAFTIG, B. B. 1994 . Role of eosinophil activation in the bronchial reactivity of allergic guinea-pigs. American Review on Respiratory Diseases. vol. 149 , p. 1167 – 1174

PRETOLANI, M. , RUFFIÉ, C. , LAPA E SILVA, J. R. , JOSEPH, D. , LOBB, R. R. and VARGAFTIG, B. B. 1994 . Antibody to very late activation antigen-4 prevents antigen-induced bronchial hyperreactivity and cellular infiltration in the guinea-pig airways. J. Exp. Med. vol. 180 , p. 795 – 805

Imagem do prêmio

19905049_1840967655920615_7333403059942753233_n

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários no Facebook

Post A Comment