Estudantes ocupam reitoria da Unioeste, no Paraná

Por: Marcello Locatelli, Curitiba, Paraná

Hoje (8) pela manhã, estudantes ocuparam a reitoria da Unioeste na cidade de Cascavel. Foi uma ocupação simbólica e temporária para demonstrar que os estudantes estão mobilizados e se preparando para ampliar a resistência contra a truculência do governador Beto Richa. Ontem, ao divulgar vídeo ameaçando o reitor da Universidade Estadual de Maringá, o governador revoltou a comunidade universitária das instituições estaduais de ensino superior.

O governo estadual quer acabar com a autonomia universitária, através do projeto chamado ‘Meta4’. Segundo o estudante e membro do DCE da Unioeste, Nicolas Pacheco, “nas principais universidades estaduais do Paraná, o movimento estudantil está disposto a construir a unidade junto com técnicos e professores para resistir a este ataque”, disse.

Na UEM (Universidade Estadual de Maringá), UEL (Universidade Estadual de Londrina), Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) e UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa) diversas iniciativas de luta estão sendo organizadas.

É importante lembrar que o movimento estudantil das universidades estaduais do Paraná têm uma importante história e tradição de luta. Protagonizou greves importantes no início dos anos 2000 e foi fundamental para impedir a privatização da Companhia Paranaense de Energia Elétrica quando Jaime Lerner era governador.

O método de luta unificada está registrado na história destas universidades e pode contribuir para reeditar o movimento unificado de estudantes, técnicos e professores, que foi tão importante e vitorioso em outros momentos.

Assista aos vídeos

Fotos: Reprodução Facebook

Comentários no Facebook

Post A Comment