Os 4 passos para ser um apoiador da implementação de cotas étnico-raciais na Unicamp

Por: Marcos Oliveira, de Florianópolis, SC

A Universidade Estadual de Campinas é uma das poucas universidades públicas que não reconhece a necessidade da implementação de cotas étnico-raciais. No dia 30 de maio será votado um projeto de reserva de vagas para pretos, pardos e indígenas. Se você também espera que a Universidade assuma esse compromisso com a sociedade, não deixe de seguir os seguintes passos:

  1. Filtro de facebook com aquela foto close: Use o filtro de apoio às cotas na sua foto de perfil. (Acesse aqui)
    cotas4

    (instagram.com)

  1. Tá sem rolê no dia 29? MC lynn da quebrada e Preta Rara vão mandar seu som no ato festival,na UNICAMP. O evento é gratuito e é só ajudar marcando presença e convidando as migas pro rolê no evento do facebook.

cotas6

  1. Mande energia positiva: Se você é de algum sindicato, entidade estudantil, associação de bairro, movimento contra a opressão, entre outros, escreve uma declaração de apoio e ajuda a dar visibilidade. É só enviar para a página A Unicamp precisa falar sobre cotas.

  1. DIA 30 DE MAIO: ATO PELA IMPLEMENTAÇÃO DAS COTAS NA UNICAMP – No dia 30 de maio será votado no Conselho Universitário da Unicamp o projeto de reserva de vagas para pretos, pardos e indígenas. Não deixe de comparecer e conferir toda a programação para o dia.
(Núcleo de consciência negra Unicamp)

(Núcleo de consciência negra Unicamp)

Foto: Antonio Scarpinetti | Portal Unicamp

 

Comentários no Facebook

Post A Comment