URGENTE | Ativista e militante do MAIS é preso em ato pelo Fora Temer, em Brasília

Da Redação

Acaba de ser preso, em Brasília, o ativista Lucas Brito, em protesto pela saída de Michel Temer (PMDB) do governo. Poucos minutos após a divulgação da denúncia contra o presidente, surgiram manifestações espontâneas em cidades do país. Na capital federal, ativistas se concentraram em frente ao Palácio do Planalto, em protesto, mas foram reprimidos. O intuito era impedir qualquer tipo de manifestação. Em atitude arbitrária, o manifestante está sendo acusado pela polícia de desacato e foi encaminhado à delegacia.

Foto: Lucas foi flagrado minutos antes realizando manifestação pacífica em cobertura da Globo News

Foto: Lucas foi flagrado minutos antes realizando manifestação pacífica, em cobertura da Globo News

Não bastassem as notícias de que o presidente ilegítimo e eleito a partir de um golpe parlamentar subornou o ex-deputado Eduardo Cunha para que o mesmo ficasse calado sobre qualquer informação que o incriminasse, nem mesmo o direito democrático de manifestação está sendo garantido neste momento histórico do Brasil. O Esquerda Online está acompanhando o caso e pede para que todos os manifestantes denunciem na imprensa alternativa os abusos que ocorrerão nos atos pelo país.

Além da capital federal, também acontece, nesse momento, um ato em São Paulo, na avenida Paulista. Outros protestos estão sendo agendados já para o dia de amanhã, como em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Maceió.

Estamos na campanha pelo Fora Temer e por eleições gerais, já e para que não aconteça qualquer repressão aos movimentos sociais, como a prisão arbitrária de Lucas Brito.

Mais informações, em instantes.

Lucas dentro da delegacia

Lucas dentro da delegacia


ATUALIZAÇÃO (às 01h00 de 18 de maio)

O ativista detido no protesto, em Brasília, pelo Fora Temer, foi solto ainda na noite desta quarta-feira (18). Lucas Brito foi preso pelo simples fato de exercer o direito de manifestação. Cerca de 200 pessoas se concentraram em frente ao Palácio do Planalto para pedir a imediada saída do presidente, após divulgação da notícia de um áudio entre Temer e o empresário da JBS. Na conversa, o peemedebista afirmou ser favorável à manutenção do silenciamento do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) através de propina.

Assista no vídeo o depoimento de Lucas já em casa, após a libertação

Comentários no Facebook

Post A Comment