Vitória parcial: Tribunal de Contas manda prefeitura suspender reajuste da tarifa em Curitiba

Por: Evandro Castagna, de Curitiba

Os lutadores e lutadoras que participaram de duas manifestações duramente reprimidas em Curitiba conquistam uma vitória parcial importante.

Nesta segunda-feira (13), o reajuste da tarifa de transporte foi suspenso em Curitiba por determinação de um conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR). Para a região metropolitana, o aumento ainda vale.

Falta de transparência nos cálculos foi um dos motivos que embasaram a medida cautelar.

É preciso ficar atento, pois essa decisão ainda será levada ao plenário do TCE-PR na próxima quinta-feira (16) para ser chancelada ou rejeitada pelos demais conselheiros do tribunal.

A luta não acabou!

Nesta terça (14), as 18:30, nas escadarias da Universidade Federal do Paraná (UFPR) da Praça Santos Andrade, acontecerá uma Assembléia Popular que vai apontar novas ações no sentido de exigir que o TCE-PR avance ainda mais.

Transporte Público não é pra dar lucro. Municipalização já!

Queremos a aberturas das contas da empresa municipal de transporte, a URBS, e o rompimento dos contratos com as empresas privadas. O lucro das empresas precisa ficar com o município, que deve transformá-lo em investimento numa frota pública, passe livre para estudantes e desempregados, melhoria nas condições de salário e trabalho de motoristas e cobradores e redução do valor da tarifa.

Foto: Leonardo Marrone

Comentários no Facebook

Post A Comment