Glen Greenwald derruba censura de Temer

The Intercept Brasil divulga conteúdo de conversa do celular de Marcela Temer

Por: Rodrigo Noel, do Rio de Janeiro, RJ

Na manhã desta segunda-feira (13), o governo de Michel Temer (PMDB) fez mais um ataque às liberdades fundamentais, a exemplo do que deseja fazer com o direito de greve dos trabalhadores. Através de uma liminar expedida pelo juiz Hilmar Castelo Branco Raposo Filho, da 21ª Vara Cível de Brasília, a pedido do Palácio do  Planalto, através do advogado e subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, Gustavo do Vale Rocha, o conteúdo de reportagens de Folha e O Globo que citavam o caso de extorsão promovido por Silvonei de Jesus Souza a Marcela Temer foram retirados do ar sob pena de R$ 50 mil  para o caso de divulgação do conteúdo e R$ 500 mil por acesso aos sites e por edição vendida, para o caso dos conteúdos serem veiculados em suas versões impressas.

Em seu despacho, o juiz diz que “a inviolabilidade da intimidade tem resguardo legal claro”. Todo o conteúdo do iPhone e das contas de e-mail de Marcela Temer foram acessados e copiados pelo hacker. Silvonei cumpre pena de 5 anos e 10 meses em Tremembé (SP) por extorsão e estelionato.

Em artigo publicado por Glenn Greenwald no site The Intercept Brasil, ele afirma que “não há nada mais perigoso do que políticos e Tribunais aliados para determinar o que jornais podem, ou não, publicar” e que fará “o possível para retificar esses ataques ao direito à informação”.

Vale ressaltar que a divulgação dos fatos aqui colocados não se fazem por algum acordo ou afinidade por Folha e O Globo, dois grupos de comunicação que apoiaram e colaboraram com a ditadura civil-militar em nosso país (o grupo dos Civita até mesmo emprestava veículos ao regime para o transporte de presos políticos). Ambos grupos são cúmplices da escalada repressiva em nosso país, nos mais diversos campos dos direitos democráticos, vide a ação impetrada pela associação dos jornalões em outubro de 16 que visa coibir a livre ação de portais como BBC Brasil, El País Brasil, Deutsche Welle, The Intercept e tantos outros.

Acesse aqui e aqui o conteúdo disponibilizado por The Intercept Brasil

Comentários no Facebook

Post A Comment